HIPERPLASIA ADRENAL CONGÊNITA

  A hiperplasia adrenal congênita é uma desordem genética das glândulas adrenais. Normalmente as glândulas adrenais ajudam a manter o corpo em equilíbrio ao fabricar as quantidades adequadas de hormônios comocortisol, aldosterona e andrógenos. Em pessoas com hiperplasia adrenal congênita o corpo não fabrica hormônio cortisol em quantidade suficiente e também não consegue produzir aldosterona. Ao invés disso, as glândulas adrenais fabricam muitos andrógenos.
  A hiperplasia adrenal congênita é causada por erro em um único gene. Ela é herdada, significando que passa dos pais para seus filhos.
 
  Os sintomas da hiperplasia adrenal congênita variam de leves a sérios. Algumas pessoas com hiperplasia adrenal congênita leve podem nunca ser diagnosticadas porque seus sintomas não causam qualquer problema. Os sintomas de hiperplasia adrenal congênita leve podem incluir:
* Altura menor que a dos pais.
* Sinais prematuros de puberdade em crianças.
* Acne.
* Menstruação irregular e possível problema para ficar grávida.
* Pêlos faciais excessivos em mulheres.
 
  Os sintomas de hiperplasia adrenal congênita severa podem incluir:
* Desidratação.
* Pressão baixa.
* Baixo nível de açúcar no sangue.
* Problema para manter sal suficiente no corpo.
* Desenvolvimento alterado da genitália externa em meninas, o qual é notado no nascimento e pode precisar de cirurgia para correção.
* Altura menor que os pais.
* Sinais prematuros de puberdade em crianças.
* Menstruação irregular e possível problema para ficar grávida.
* Pêlos faciais excessivos em mulheres.
* Tumores benignos no testículo e infertilidade masculina.
 
 TRATAMENTO:


  A hiperplasia adrenal congênita não pode ser curada, mas há tratamento. Pessoas com hiperplasia adrenal congênita podem tomar medicamentos para ajudar a repor os hormônios que o corpo não está fabricando. 

  Algumas pessoas com hiperplasia adrenal congênita, aquelas com a forma mais leve, somente precisam desses medicamentos quando estão doentes, enquanto aquelas com a forma mais severa precisam tomá-los pelo resto da vida. A forma severa de hiperplasia adrenal congênita pode ser fatal sem tratamento com medicação.